Outono - colheita e armazenamento

tree-1862633_640.jpg





Aqui as folhas secam e caem; aquelas folhas que nasceram na primavera e atingiram o auge no verão estão indo embora, a árvore vai ficar nua, há um quê de destruição no ar. O impulso criativo está longe, o período de plenitude passou. Agora é a colheita, o armazenamento e a capacidade de realização do ser humano se exprime no sentido da tranquilidade da paz, serenidade, certeza de que somente aceitando as perdas haverá renovação.

Conselho do livro do Imperador Amarelo: “As pessoas devem deitar cedo e levantar cedo, com o cantar do galo. Devem ter o espírito em paz, a fim de minimizarem a punição do outono. Alma e espírito devem unir-se para que a exalação do outono seja tranquila e para conservarem seus pulmões puros, as pessoas não devem dar expansão aos seus desejos.”

O sabor picante já está no ar, o que sugere aumentar o ácido para proteger madeira e o amargo. Comer um pouquinho de alimentos frios para preparar o corpo para o inverno que virá.

Nas estações anteriores a energia era de expansão, agora é de recolhimento; era morna e quente, agora é fresca. Você provavelmente deixou sair tudo o que estava acumulado desde o outono anterior agora é hora de começar a acumular novamente. Comece a refeição com um pouco de sabor ácido e siga com alimentos cozidos de natureza morna. Aos poucos comece a aumentar os produtos animais, por exemplo caldo de galinha, peixe. Atenção para os fluidos, o outono é seco, assim evite defumados e consuma frutas, especialmente as secas. Maçã ao forno com mel e tahine. Evite comida crua, use centeio e outros grãos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Astrologia Chinesa: 2018 O Ano do Cachorro de Terra

O Relógio Cósmico