Breve Histórico da Auriculoterapia


A Auriculoterapia ou Acupuntura auricular consiste na aplicação de agulhas ou esferas de aço, sementes de mostarda, ouro e prata na região da orelha. Os pontos auriculares podem diagnosticar e tratar enfermidades de carácter funcional, neurótico e psicótico, como: cefaleias, neurastenia, insônia e dor, etc.

A auriculoterapia é, provavelmente, um dos mais antigos métodos terapêuticos praticados na China. Este microssistema já era referido nos textos antigos como o Huang Ti Nei Jing, que relata a estreita relação do pavilhão auricular com o resto do corpo. Utilizado em conjunto com outro tratamento ou por si só, a auriculoterapia é frequentemente efetiva, segura e não-invasiva.

A auriculoterapia tem suas raízes na Medicina Tradicional Chinesa. Da mesma maneira que esta arte define pontos de acupuntura no corpo para tratamento de diversas condições, pontos similares são definidos no ouvido.

Em 1973, antropólogos chineses, encontraram nas escavações realizadas na província de Hu Nan, um livro antigo do período Han, escrito em duas partes intituladas “Os Onze Canais dos Braços e das Pernas na Moxibustão e os Onze Canais Yin e Yang na Moxibustão”. Segundo os especialistas, esta obra deve ser a mais antiga sobre os canais no tratamento com moxibustão. Na 2ª parte do livro menciona-se “Os membros, os olhos, a face e a garganta, todas reúnem-se, através de vasos e canais, na orelha”. Outros livros antigos da Dinastia Tang e Ming, também mencionam o uso de pontos na orelha para o tratamento de diversas enfermidades.
Mais recentemente em 1947, o Dr. P. Nogier, francês, publicou alguns trabalhos nos quais expõe a relação existente entre o pavilhão auricular e o resto do organismo, descrevendo, inclusive, as experiências realizadas com clientes e os ótimos resultados obtidos. Ao que se sabe, o doutor partiu da observação dos povos do Mediterrâneo, que tinham por hábito o uso de pequenas cauterizações na orelha para o tratamento de várias moléstias, conseguindo descobrir uma série de pontos curativos. Ao estudar esses pontos estabeleceu uma ligação entre a posição destes no pavilhão auricular e aquela ocupada pelo feito pouco antes do nascimento. Estes trabalhos do Dr. Nogier foram publicados em jornais de Xangai levando os chineses a acelerarem as investigações sobre esta área, criando vários centros de investigação por toda a China.
O método de tratamento em auriculoterapia tem se desenvolvido muito durante estes últimos anos, desde as tradicionais agulhas de acupuntura de dimensões relativamente pequenas e muito finas, às agulhas intradérmicas; utilização do laser; passando pelas esferas magnéticas e moxabustão até a prática mais utilizada na China, a colocação de pequenas sementes com adesivo.

Estas técnicas demonstraram resultados excelentes e são utilizados em conformidade com a necessidade do paciente, pois, cada organismo reage de uma forma determinada ao estímulo. Cada pessoa é um universo único, todo o tratamento pela auriculoterapia tem como objetivo promover o equilíbrio do paciente e assim o seu bem-estar. A auriculoterapia é especialmente indicada quando se necessita que o paciente leve o tratamento para casa, podendo o paciente pressionar as esferas ou semente colocadas nos pontos auriculares, estimulando por pressão e efetivando continuamente o tratamento.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Astrologia Chinesa: 2018 O Ano do Cachorro de Terra

O Relógio Cósmico